Postado em 13 de Novembro às 14h57

Logistique 2018 se consolida como a segunda maior Feira do Brasil no segmento de logística e transporte multimodal de cargas

Com público superior a 12 mil visitantes, o evento reuniu os principais players do setor em Joinville (SC). A edição de 2019 já está confirmada para os dias 27 a 29 de agosto.
O mercado catarinense oferece excelentes oportunidades e possui enorme potencial de expansão e devido ao seu papel de destaque na economia da região sul, possibilitaram a estreia e consolidação desta importante feira para o setor logístico no brasil. Posicionado entre os principais PIB's do Brasil, o estado de Santa Catarina destaca-se principalmente pelas atividades econômicas indústriais, de serviços e de turismo. Mas o estado também conquistou as atenções dos principais players do Brasil para a temática da logística. Isto porque, o setor foi o tema principal da Logistique - Feira de Logística e Negócios Multimodal, realizada entre os dias 23 e 25 de outubro, em Joinville, norte do estado.

A Feira contou com a forte presença de grandes players, reunindo mais de 80 marcas, dentre elas elas a Zurich Airport - controlador da operadora Floripa Airport, Hamburg Süd e Aliança Navegação e Logística, Infraero, PAC Log, Porto Itapoá, Arteris - Litoral Sul, Volkswagen Caminhões e Ônibus o evento já é considerado o segundo maior do Brasil no segmento. Mais de 12 mil pessoas visitaram os stands e participaram das palestras ao longo dos três dias de evento. De acordo com a organização, todas as expectativas iniciais foram superadas. "A região é responsável por 22% do Produto Interno Bruto (PIB) catarinense e responde por 32% das exportações e 26% das importações do estado, envolvendo os portos catarinenses - Imbituba, Itajaí e São Francisco do Sul, e os terminais de uso privado Porto Itapoá e Portonave S/A - Terminal Portuário Navegantes -, movimentando uma corrente de comércio de US$ 9,404 bilhões, conforme dados registrados entre janeiro e junho deste ano. E é neste cenário que a Logistique se consolida, abraçando todos os players envolvidos no processo logístico, discutindo assuntos relevantes para o crescimento do setor e incentivando a geração de negócios", destaca Leonardo Rinaldi, diretor do evento.

Para o prefeito de Joinville, Udo Döhler, a escolha da cidade para sediar a feira no ponto de vista logístico não poderia ter ocorrido em melhor hora. "Joinville está posicionada estrategicamente junto a portos aeroportos, além de ser servida por importantes rodovias. Diante do que encontramos aqui posso dizer que Joinville está preparado para novas edições do evento, com certeza, bem maiores que esta primeira edição".

A localização estratégica de Joinville e o potencial de Santa Catarina é também destacado pelo presidente da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), Antônio Claret de Oliveira. "Iniciativas como esta, de trazer um evento do porte da Logistique para Joinville, abre a possibilidade da integração e promoção da sinergia entre as logísticas rodoviária, portuária, ferroviária e aeroviária", disse Claret. Segundo o dirigente, Santa Catarina tem grandes pontes para alavancar as operações aeroportuárias no estado que já estão sendo promovidas pela Infraero.

"Uma grande área de Santa Catarina é hoje subutilizada pela impossibilidade de acesso adequado. Estamos buscando solucionar esses gargalos com investimentos em nossa infraestrutura aeroportuária." Entre os projetos da Infraero para Santa Catarina estão a mudança sistemática no processo de gestão do Aeroporto Internacional de Navegantes com a licitação de hotel e centro de promoções na área do terminal e também a implementação de nova estrutura dos terminais de cargas, hoje operados pela PAC Log.

Para o presidente da Abralog, Pedro Moreira, eventos como este fazem com que assuntos relevantes sejam discutidos e apontados pelos envolvidos, principalmente acendem uma luz sobre as deficiências da infraestrutura, geradas pela falta de investimentos públicos, o que coloca a realidade brasileira muito aquém da verificada em países desenvolvidos. "O Brasil deveria investir entre 4% e 5% de seu PIB em infraestrutura, enquanto investe em torno de 1%. Segundo e executivos, investimentos nas rodovias, ferrovias, portos e aeroportos, na interligação dos modais e na expansão da multimodalidade são cruciais para garantir a competitividade do produto brasileiro. É necessário também investimentos de longo prazo em hubs logísticos, segurança jurídica e regras claras e taxas atrativas para quem quer investir", avalia.



A consolidação do evento como importante plataforma de negócios para o setor é reconhecida pelos patrocinadores Aliança e Hamburg. "Entre as modalidades de cabotagem e longo-curso operamos 2 mil escalas de navios por ano no Sul do Brasil, em seis portos no eixo Rio Grande/Paranaguá, e o mercado catarinense é considerado muito importante para a empresa, onde está presente em dois portos e dois terminais de uso privado (TUPs), disse Leonardo Silva, gerente regional da Aliança Navegação e Logística e Hamburg Süd.

A edição 2019 da Logistique já está confirmada para os dias 27 a 29 de agosto, na Expoville. "Já desenhamos a estrutura para um aumento de 120% no número de expositores e saímos desta edição com mais de 90% dos stands renovados", destaca Rinaldi. A Logistique é organizada pela Zoom Feiras & Eventos, uma empresa com mais de 10 anos de tradição no mercado catarinense.

Veja também

PAC Log apresenta soluções para o transporte aéreo de cargas na Logistique 201820/08 Vencedora da licitação para a exploração do Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional de Navegantes, a empresa PAC Log ainda opera os terminais de cargas em Curitiba, Goiânia, São José dos Campos, Vitória e Recife. A PAC Log Logística Aeroportuária participa da Logistique - Feira de Logística e Transporte Multimodal apresentando......
Começou, em Joinville, a segunda maior feira de logística do Brasil24/10 A expectativa é que 15 mil visitantes circulem pelo o evento entre os dias 23 e 25 de outubro Você pode até não perceber, mas a logística está presente em nosso dia a dia, dos pequenos aos grandes itens de......
Hub industrial e logístico, Joinville olha o futuro02/05 Estrategicamente localizada no corredor logístico de produção do Mercosul, Joinville (norte catarinense) vem se firmando como um hub logístico e industrial. Cercada por rodovias, ferrovias, portos e aeroportos, a maior cidade de Santa Catarina tem atraído......

Voltar para Notícias